O QUE VOCÊ FAZ COM O QUE VOCÊ OUVE?

Ideia central do Texto: O texto nos mostra as consequências de ouvir e não praticar e de ouvir e pôr em pratica a palavra de Deus.

Texto: Tiago. 1. 22-25
22 Sede praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando a vós mesmos.
23 Pois, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, é semelhante a um homem que contempla o próprio rosto no espelho;
24 porque ele se contempla, vai embora e logo se esquece de como era.
25 Entretanto, aquele que atenta bem para a lei perfeita, a lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas praticante zeloso, será abençoado no que fizer.

Introdução.
A pratica leva a perfeição, esse é o ditado popular que muitos conhecemos. Embora o ditado nos mostre as consequências da pratica, ele implicitamente nos mostra as consequências de não praticar. Se a pratica leva a perfeição, não praticar leva a imperfeição.
Quando lemos o texto da carta de Tiago, percebemos que o apóstolo nos apresenta o mesmo raciocino nos levando a tirar algumas conclusões do texto.
Percebemos que há consequências para quem ouve e não pratica a palavra e para quem ouve e pratica a palavra.

1º Ponto – Aquele que ouve e NÃO pratica MENTE PARA SI MESMO.
O verso 22 diz: Sede praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando a vós mesmos
Em outras palavras, aquele que é somente ouvinte da palavra está enganando a si mesmo, não engana o próximo, não engana a Deus, não engana o Pastor, não engana o líder de comunhão, não engana ninguém além de si mesmo.
Note que o texto não se preocupa com as consequências de engarmos os outros, apesar do apostolo saber bem que um dos 10 mandamentos é bem explicito ao proibir a mentira (Ex. 1.16).
Me parece que o autor do texto entende que enganar a si mesmo é muito mais destrutivo do que enganar o próximo, pois quem engana a si mesmo vive numa fantasia, vive numa roda de mentiras que dificilmente conseguirá sair sozinho dela, pois quanto mais o tempo passa, mais essa ilusão se confunde com a realidade da sua vida.
Quantos de nós estamos vivendo nessa ciranda de ilusão, estamos envolvidos com a igreja, frequentamos a igreja, domingo após domingo, só ouvindo a pregação, ouvindo a mensagem, sendo somente ouvinte e acreditando que como se por um processo de osmose os conceitos bíblicos se infiltrarão no nosso coração.
Muitos destes passarão a vida toda na igreja, somente ouvindo e achando que são convertidos. Achando que seus nomes estão no livro da vida, mas tomarão um grande susto quando se depararem com o Justo Juiz no dia do grande julgamento quando ouvirem um retumbante “Apartam-se de mim, não vos conheço” da boca do Cordeiro entronizado.
“Mas Senhor” dirão muitos, fomos a igreja todos os domingos, anotamos todos os pontos da mensagem, depois fomos pro grupo de comunhão, debatemos todos os pontos, eu tenho todos os encartes organizados por ordem cronológica desde que o Pastor começou a usar esses encartes. Eu ouvi e prestei atenção em tudo e o Senhor não me conhece?!!!

Para estes Cristo Disse:
João 14:21 – Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
Portanto o apóstolo Tiago, faz um alerta preocupante e diz que aquele que apenas ouve a palavra e não pratica, passara a vida toda achando que conhece a verdade de Deus, a realidade da salvação, quando na verdade não tem a menor ideia do que se trata, continua tão perdido quanto aquele que nunca ouviu a palavra de salvação.
Você pode achar que engana até você mesmo, mas a Deus você não enganará. Deus conheço o seu coração.
Pior cego é o que não quer ver. Reflita sobre isso, você é um mero ouvinte? Mero espectador? Mero frequentador? Se sim, lamento em lhe dizer, mas você está engando somente a você. Não está enganando a mim, o Pastor, o líder de grupo, seu cônjuge, seus filhos, muito menos Deus. Você está enganando a si mesmo.
Só mais um alerta. Mentir é pecado e o enganador é próprio Diabo.

2º Ponto – Aquele que ouve e pratica a palavra NÃO SE ESQUECE JAMAIS
O apóstolo continua seu ensino apresentando uma ilustração da verdade que ele acabou de afirmar.
Nos versos 23 e 24 ele ilustra da seguinte forma:
Pois, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, é semelhante a um homem que contempla o próprio rosto no espelho;
porque ele se contempla, vai embora e logo se esquece de como era.
O espelho que o apóstolo fala não é o mesmo espelho que eu e você temos hoje. O espelho do tempo do apostolo é uma superfície metálica, polida ao máximo, para que possa apresentar um reflexo, mas esse reflexo nem sempre é perfeito, nem sempre mostra a imagem perfeita logo de cara, é preciso olhar bastante para ele, por vários ângulos, para se ter o melhor reflexo possível.
Semelhante aos momentos em que você não tem espelho nenhum a sua disposição e utiliza a tela apagada de seu celular para tentar algum reflexo, e você vira para um lado, vira pra outro, pra conseguir se ver e corrigir o penteado, a maquiagem ou qualquer outra coisa.
A Bíblia é este espelho. Ela nos apresenta a nossa imagem. A nossa verdadeira imagem. Mas essa imagem não aparece estampada, clara e límpida logo de cara. A medida que você olha para esse espelho, cada vez que você olha para esse espelho, você enxerga um pouco mais de si mesmo. Você se conhece um pouco mais.
Mas se você olhar só um pouco e for embora, logo se esquecerá do que viu. Logo vai voltar a achar que sua imagem está maravilhosa. Sua imagem está perfeita, quando na verdade não está. A sua imagem está manchada pelo seu pecado. Está desfigurada pela dureza do seu coração e pela cobiça da sua alma pecadora.
Só olhando detidamente para esse espelho, só olhando diariamente para este espelho é que você conhecerá a sua verdadeira imagem.
Me permitam fazer uma releitura do verso. No original ele diz que aquele que ouve e não pratica é como aquele que olha para o espelho e logo se esquece do que viu. Na minha releitura, seguindo a lógica do apostolo. Aquele que ouve e pratica a palavra é como aquele que olha para o espelho, detidamente, fixamente, permanentemente, e não se esquece da imagem que viu, pois viu tanto ela que não tem como se esquecer.
Permita que a palavra seja esse espelho na sua vida. Leia, ouça a palavra, e pratique a palavra. Se detenha sobre o espelho, olhe bastante para ele, e você enxergará cada vez mais quem você é. Você será confrontado com sua verdadeira imagem, mas também será confrontado com a imagem que Deus quer para você. A imagem de seu filho Cristo Jesus nosso Senhor, Deus e Salvador.
Não fuja do espelho.

3º Ponto – Aquele que OUVE a palavra e PRATICA é abençoado no que faz.
No verso 25 o apostolo finaliza esse pequeno bloco de verdades que ele nos traz afirmando que:
Entretanto, aquele que atenta bem para a lei perfeita, a lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas praticante zeloso, será abençoado no que fizer.
O que significa ter uma vida abençoada? Seria ter um bom emprego? O carro do ano? Não passar por necessidades?
Não me parece que este seja o conceito de vida abençoada do Apostolo Tiago, visto que no verso 2 mesmo capitulo ele diz que:
Meus irmãos, considerai motivo de grande alegria o fato de passardes por várias provações,
Então o que Tiago estava querendo dizer com ter uma vida abençoada?
Algumas versões trazem a palavra “bem-aventurada”, que me parece fazer mais sentido, pois o que uma pessoa bem-aventurada? É uma pessoa feliz. Sim, mas essa felicidade não está atrelada ao conceito transitório de bem-estar, ela está ligada intimamente a um estado de consciência de aprovação de Deus. É saber que você está no centro da vontade de Deus. Está fazendo de acordo com a vontade de Deus.
Então aquele que ouve atentamente a palavra, e nela persevera, não sendo somente ouvinte, experimentará um estado de bem-estar espiritual baseado na certeza da aprovação de Deus para tudo quanto você fizer.
Volto ao texto de João 14:21 – Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.

Conclusão:

Portanto se você vem a igreja, domingo após domingo, só ouve e não coloca em pratica, lamento lhe informar, mas você não está me engando, mas a si mesmo. E talvez o pior tipo de mentiroso é aquele que mente para si mesmo, pois quem é que lhe convencerá da verdade se ele mesmo não consegue ver a verdade?
Também lamento lhe informar, mas você nunca entenderá a mensagem de verdade se não praticar, se isto não fizer parte da sua vida, se seus conceitos não forem intencionalmente substituídos pelos conceitos apresentados na Palavra.
Hoje faço um desafio para você, pare de mentir para você mesmo, encare a realidade da sua vida, a realidade de que você precisa da transformação que a palavra lhe oferece, que você não é tão bom quanto você pensa que é e que você no fundo é um miserável pecador carente do amor e perdão de Cristo revelado em sua palavra.
Desafio você a se tornar um praticante árduo, zeloso, incansável da Palavra, meditando nela de dia e de noite, transformando seus conceitos a luz dos conceitos que a palavra apresenta, conceitos estes que trazem vida e vida em abundancia para mim e para você.
Por fim te garanto que o resulto para quem aceitar esses desafios é um só, uma vida abençoada, e não sou eu quem garante isso, mas a própria palavra. Quer ter uma vida abençoada? Seja praticante da palavra.

E agora, O que você vai fazer com o que ouviu?

Pr. Vulmar Nunes Coelho Junior

Compartilhe
Fechar Menu